segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Sobrecoxa de Frango Recheada




Ingredientes:
6 sobrecoxas de frango ou quantas necessário
Suco de limão
Sal a gosto
6 fatias de mussarela
6 fatias de presunto
2 dentes de alho
1 cebola média picadinha
2 copos (americanos) de água
2 colheres de molho de tomates
Pimenta do reino moida na hora
Oleo para refogar

Modo de fazer:
Tempere as sobrecoxas com o limão, sal, alho, cebola e a pimenta do reino, deixe no tempero por algumas horas. Dentro de cada uma coloque 1 fatia de mussarela e uma de presunto, amarre com barbante ou prenda com palito.
Refogue na pressão coloque a água e deixe cozinhar por mais ou menos uns 20 m. Abra a panela, acrescente o molho de tomates e deixe cozinhar mais uns minutos para pegar gosto e engrossar o caldo.
Tire o barbante e sirva.

Este frango vi por aí na net, se alguém já postou reclame que darei os créditos porque não sei de onde tirei.
Nota: Não postei a foto delas amarradas com o barbante porque ficaram muito feias rsrs.
Boa Semana a todas(os)

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Pão com Fermento de Bolo, da Flavia




Gente, como disse a Flavia do blog artenacozinha, na sua postagem, "é possível fazer um pão com fermento de bolo" como o dela o meu também cresceu muito ficou delicioso e é muito fácil de fazer.
Vamos a receita da Flavia:

Ingredientes:
2 xícaras de farinha de trigo
1 ovo inteiro
1/2 xícara de leite
1 colher (café) de sal
3 colheres (sopa) de óleo
1 colher (sobremesa) de margarina
1 colher (sobremesa) de fermento para bolo
2 tomates picados sem sementes
100 grs muçarela ralada
Oregano a gosto
1 gema para pincelar
Queijo ralado para polvilhar

Modo de fazer:Misture a farinha, o sal, o óleo, a margarina, o fermento o oregano e o leite, até que a massa fique uniforne e esteja desgrudando facilmente das mãos. Não sove a massa. Em uma superfície polvilhada com farinha, abra a massa com a ajuda de um rolo de macarrão até que fique bem esticada, mas não muito fina.
Coloque os tomates, a muçarela e se quiser coloque mais oregano.
Enrole como rocambole, dobre as pontas e coloque em uma forma de bolo inglês untada e enfarinhada. Pincele a gema diluída em um pouco de azeite e polvilhe queijo ralado.
Leve ao forno 180 graus por mais ou menos 30 m.
Renderam 2 pães.

Flavia gostei muito desta receita, obrigada por dividir. Esta receita também vai ser figurinha fácil aqui em casa porque é BOA DEMAISSSS...

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Esfirras






Ingredientes:
2o grs de fermento de pão ou 2 envelopes de fermento seco
2 colheres (sopa) de açúcar
2 colheres (sopa) de óleo
1 colher (sopa) rasa de sal
1/2 copo (tipo requeijão) de água morna
1/2 copo (tipo requeijão) de leite morno
1 ovo
Farinha de trigo até ficar uma massa boa de abrir.

Modo de fazer:
Faça uma esponja com um pouco de farinha de trigo, o açúcar, o leite, a água, e o fermento (dissolva bem o fermento no açúcar primeiro) Deixe crescer. Acrescente o restante dos ingredientes e amasse bem. Abra a massa com o rolo ou celindro se tiver. Corte com cortador redondo. Recheie dobre as pontas, deixe crescer, passe gema e leve assar em forno quente pré aquecido.

Recheio:
1/2 quilo de carne moída crua
2 tomates bem picadinhos
Cheiro verde
1 colher (sobremesa) rasa de orégano
Sal o necessário
1 cebola média bem picadinha
Pimenta do reino
Pimenta vermelha a seu gosto(coloquei algumas gotas de molho de pimenta)
Caldo de um limão
4 folhinhas de hortelã picadinhas
Misture tudo muito bem, deixa pegar gosto por alguns minutos e empregue, algumas pessoas colocam a carne para escorrer em uma peneira, mas eu gosto dela assim molhadinha.

Esta receita fiz e postei aqui e como o marido gosta muito sempre tenho que repetir então resolvi postar de novo, espero que gostem.

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Manga em Calda


Ingredientes:
2 mangas bem maduras
1 xícara de açúcar
2 xícaras de água
2 paus de canela
4 cravos

Modo de fazer:
Lave bem e descasque a manga, pique em pedaços. Leve ao fogo a água, o açúcar, o cravo e a canela, deixa ferver um pouco e coloque a manga deixa ferver até a manga ficar cozida, não demora porque a manga já está madura e logo cozinha.
É um docinho muito simples, muito bom para aproveitar aquela manga que está quase perdendo, sem contar que a manga tem muitas vitaminas e é deliciosa.

MANGA
As mangas variam muito de tamanho, cor e forma, mas quase todas apresentam polpa suculenta e sabor definido.
No Brasil, existem cerca de quinhentas variedades de manga, entre as quais as mais conhecidas são:
- Manga-coquinho - de cor verde-amarelada, pequena e arredondada, muito doce e quase sem fibras.
- Manga-haden - grande, de cor vermelho-amarelada, em forma de coração, doce e sem fibras.
- Manga-rosa - um pouco menor que a manga-haden, de cor amarelo-rosada e polpa fibrosa.
- Manga-espada - de forma alongada e achatada nos lados, cor verde (mesmo quando madura) e polpa muito fibrosa.
- Manga-coração-de-boi - muito parecida com a manga-bourbon, tem forma de coração, grande, de cor amarelo-esverdeada e polpa sem fibra.
- Manga Tommy Atkins - apresenta a polpa de cor amarelo-escura, e com textura firme e consistente, com fibras finas e abundantes.
É anticatarral, combate a falta da vitamina C, depurativa, refrescante, tem a propriedade de fazer suar, digestiva.
Contém betacaroteno, vitaminas A, B, C, magnésio, fósforo, potássio, sódio, cálcio, ferro, manganês, selênio, zinco. Suas fibras ajudam no funcionamento intestinal.
- Excelente fonte de beta caroteno e vitamina C;
- Boa fonte de vitamina E e niacina;
- Alto teor de potássio e ferro;
- Baixo teor de calorias e rica em fibras (pectina);
- Uma manga de tamanho médio (500g) = 135 cal;
- Safra: de Novembro a Janeiro.
http://www.todafruta.com.br/portal/icNoticiaAberta.asp?idNoticia=7905

Quero deixar aqui meus parabéns a São Paulo, a todas as blogueiras paulistanas pelo aniversário desta metrópole maravilhosa, que eu morei por 8 anos, tive meus dois primeiros filhos lá, trabalhei, eu no grande Hospital das Clínicas e o marido no Conjunto Nacional na Liquigás.
Temos grandes e boas recordações de lá, conseguimos comprar apartamento, mas uma bronquite brava pegou meu filho mais velho e tivemos que voltar para o interior, se a gente quisesse que nosso filho ficasse livre deste problema (recomendação médica).
Graças a Deus ele sarou, mas tenho muita saudade do tempo que moramos por lá, fizemos muitos amigos que deixamos lá mas guardamos aqui no coração.
PARABÉNS SÃO PAULO!!!

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Bobó de Frango



Ingredientes:
2 peitos de frango desossados
2 tabletes de caldo de galinha
2 litros de água ( o suficiente para cozinhar o frango)
3 colheres (sopa) de manteiga
2 colheres (sopa) de azeite de dendê
1 cebola picada
2 dentes de alho amassados
3 colheres (sopa) molho de tomates
1/2 quilo de mandioca bem cozida
1/2 litro de leite
1 vidro de leite de coco

Modo de fazer:
Cozinhe os peitos de frango em água e sal, junto com os tabletes de caldo de galinha. Reserve.
Refogue a cebola e o alho na manteiga, junte o frango picado, o molho de tomates e metade da água do cozimento do frango. Deixe cozinhar um pouco. Bata a mandioca no liquidificador com o leite e misture no refogado. Deixe cozinhar por alguns minutos, acrescente o leite de coco e o azeite de dendê e sirva com arroz branco.
Receita do Daniel Bork

É muito bom e fácil, quem ainda não fez pode fazer que vai gostar.
Quero desejar a todas (os) que passarem por aqui uma feliz e abençoada semana.
Fiquem com Deus.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

"Mogango" alguém conhece?




Gente, rodei a net a procura de alguma descrição sobre esta abóbora e pouquíssima coisa encontrei, só sei que todo mineiro, pelo menos aqui na nossa reguião, gosta muito.
O pouco que encontrei é que é fonte de vitamina A.
E aqui também Hortec.
É uma comidinha muito simples mas deliciosa, não faz mal com nada rsrs e eu aprecio muito com um feijãozinho bem temperadinho, eu sempre que como falo "não precisa nem de carne somente o mogango com arroz e feijão pra mim já basta" rsrs (coisas de mineiro).
O que achei foram várias receitas diferentes que eu nem conhecia, eu só faço assim:

Ingredientes:
1 mogango picadinho (muito difícil descascar por causa das veias grossas)
1 dente de alho grande amassado
Sal
Suco de 1 limão
Cheiro verde
1 colher de óleo

Modo de fazer:
Frite o alho no óleo só para murchar, acrescente o mogango o sal e deixe cozinhar pingando água até ficar bem cozidinho sem desmanchar, reserve.
Em uma tijelinha coloque o suco de limão e o cheiro verde picadinho, acrescente o mogango ainda quente para que ele absorva o suco de limão e fique aquele sabor levemente azedinho. Misture bem e sirva.
Podem apreciar é uma delíciaaaa.

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Pastel de Pizza

Amigas, me desculpem, passei dias sem postar e sem visitar todos os blogs amigos. Estava pajeando os netos Camila e Vinicius, minha nora teve que viajar (foi fazer curso em SPaulo) então eles vieram aqui pra casa. Foi uma delícia os dias que eles ficaram aqui, passeamos bastante, visitamos lojas de brinquedos, de pássaros (que eles adoram) fomos tomar Assai etc. Fiz quase tudo que eles queriam.
O mais bonitinho de tudo foi a Camila ir na ginástica comigo, foi lindo vê-la fazendo a ginástica direitinho, acompanhando tudo que a professora fazia, ela também gostou tanto que ia chegando a hora de ir ela ficava me perguntando "tá na hora vó" rsrs.
Ca e Vini netos amados da vovó, venham quando quiserem a casa é de vocês.
Vou agora colocar o blog em dia e as visitas também.
Bem chega de falatório e vamos as fotos e a receita:




Ingredientes:
1 pacote de massa de pastel pronta (redonda ou em rolo, ou massa feita em casa)
200 grs de queijo de minas ralado (ou outro de sua preferência)
2 tomates picadinhos
3 colheres de milho verde
Ore gano a gosto
Cheiro verde a gosto
Sal o necessário
1 colher (sobremesa) de azeite
Azeitona verde picadinha (quantidade a gosto)
Óleo para fritar

Modo de fazer:
Misture tudo muito bem, tempere e recheie os pasteis, frite em óleo quente, e aprecie com moderação porque é uma delíciaaaa rsrs.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Macarrão de forno

Amigas(os) vi este macarrão no blog da Fabiana e também no site mdemulher achei muito interessante e resolvi fazer, ficou delicioso.
Como é montado com o macarrão cru eu pensei, será que isto dá certo mesmo? então vamos fazer, e não é que deu certo ficou delicioso e o macarrão ficou no ponto.
Recomendo, quem ainda não experimentou pode fazer, que é prático, não suja aquela panela enoooorme que a gente usa para cozinhar o macarrão e depois de montado é só levar ao forno, e já sai pronto para ir à mesa.
Aqui em casa todos gostaram muito e eu mais ainda.
Pena que esqueci de fotografar no prato rsrs.




Ingredientes:
500 grs de macarrão Ninho 1
400 grs de mussarela em cubos (eu ralei)
400 grs de presunto em cubos (eu ralei)
1 copo de requeijão ou catupiry
1 colher de azeite (coloquei óleo)
1 dente de alho amassado
2 litros de água
1/2 cebola picadinha
1 lata de molho de tomate pronto (coloquei um sachet)
Sal e pimenta a gosto
Salsa e cebolinha a gosto
Queijo ralado a gosto

Modo de fazer:
Rale em um prato a mussarela e em outro o presunto, reserve. Em uma panela adicione o óleo e leve ao fogo, assim que esquentar refogue o alho e a cebola até murchar. Acrescente a água, o molho de tomates e os temperos deixe ferver por 10 m.
Em uma assadeira alta coloque o macarrão, em ninhos. Em cada ninho coloque uma colherada de presunto ralado, uma de mussarela ralada e por cima uma colher de requeijão.
Com o auxílio de uma concha coloque o molho com cuidado até quase cobrir o macarrão. Cubra com papel alumínio e leve a assar em forno médio por 40m. Depois retire o papel deixe mais 5m para secar. Na hora que retirar do forno salpique queijo ralado, (eu salpiquei também azeitonas picadinhas) e sirva em seguida.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Bolo com Castanhas-do- Pará e Damascos



Ingredientes:

Massa:
4 ovos (coloquei ovos caipira)
2 xícaras (chá) de açúcar
1/2 xícara (chá) de óleo
1 xícara (chá) de leite
3 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó
1/2 xícara (chá) de castanhas-do-Pará picadas
1/2 xícara (chá) de damascos picados

Calda:
1 xícara (chá) de açúcar
1/2 xícara (chá) de suco de laranja
1/4 xícara (chá) de damascos picados

Modo de fazer:
Massa:
Bata no liquidificador os ovos, o açúcar, o óleo e o leite.
Trasfira para uma tigela e misture a farinha de trigo, peneirada com o fermento em pó.
Junte e misture a castanha-do-Pará e o damasco.

Coloque a massa em fôrma de furo central untada e enfarinhada e leve ao forno preaquecido por cerca de 40m.

Calda:
Leve ao fogo o açúcar e o suco de laranja. Deixe ferver até formar uma calda rala, junte os damascos e ferva por mais 1 minuto.
Retire o bolo do forno, espere esfriar, desenforme e regue com a calda.

Receita tirada da revista Receita Minuto do Daniel Bork.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Hoje é aniversário do VR


Há 40 anos atrás nascia este encanto de pessoa, foi uma grande alegria pra nós, o pai (na época fumante) deixava os cigarros nos móveis queimando estes, para ficar debruçado no berço olhando a carinha linda que tinha chegado para alegrar nossa vida.
Filho querido temos muito orgulho de sermos seus pais.
Todos os dias rezo para você, peço a Deus que te proteja, juntamente com sua família, e que este ano você realize seu grande sonho.
Receba meu abraço carinhoso, mais tarde te abraço pessoalmente.
Grande beijo pai e mãe.

Obs: ontem Vítor e eu fizemos 41a de casados.

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Costelinha de Porco com molho Barbecue







Ingredientes:
2 quilos de costelinha de porco ou o necessário para sua família (sem separar os pedaços)
1 cebola média picada
Sal a gosto
1/2 xícara (café) de vinagre balsâmico
1/2 xícara de óleo
2 dentes de alho amassado
1 xícara (café) de vilho branco
Suco de 1 limão
Pimenta do reino moída na hora
Lave e tempere a costelinha com todos os temperos (ou os de sua preferência)
Asse em forno médio embrulhada em papel próprio, até ficar bem macia.

Molho Barbecue:
1/4 de xícara de óleo
1 cebola picadinha
2 dentes de alho amassados
1 xícara (chá) de catchup (coloquei molho de tomates porque não tinha o catchup no momento)
1 xícara (chá) de água
1/2 colher (chá) de sal
Pimenta do reino moída na hora
1/2 xícara (chá) de suco de limão
1/2 colher (chá) de vinagre
3 colheres (chá) molho inglês
2 colheres (chá) de mostarda.
3 colheres (chá) de açúcar

Refogue a cebola e o alho, até murchar, acrescente os outros ingredientes, deixe ferver por cerca de 30m ou até engrossar um pouco, retire e se quiser pode bater no liquidificador.
Sirva em seguida.
Este molho tirei daqui Panelinha fiz algumas modificações.
Obs: mais uma vez não consegui tirar os enfeites de natal da foto kkk e esqueci de tirar foto antes de embrulhar a carne no papel de assar.

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Confraternização com os filhos e Arroz com Lentilhas

Antes do Ano Novo fizemos uma reunião, nossa e dos filhos (as famílias deles estavam viajando) então, resolvemos nos reunir na casa da Mere e Rogério.
Foi muito bom, o Rogério fez o churrasco, um deles comprou a cerveja e a Mere fez um vinagrete e farofa. Passamos umas horas deliciosas. Rimos muito, fizemos muitas brincadeiras, e foi muito bom.
Aí está a foto da família toda feliz.

Vou passar para vocês a receita do Arroz com Lentilhas que fiz no Ano Novo, toda passagem de ano gosto de fazer este arroz, dizem que traz fartura o ano todo, então não custa fazer e é muito bom.

Para fazer este arroz você vai precisar de:
2 xícaras (chá) de arroz lavado e escorrido
300 grs de lentilha
1 cebola grande picada fina
5 colheres de oleo(gosto deste prato mais gordinho) pode colocar mais se quiser
Sal a gosto

Modo de fazer:
Em primeiro lugar cozinhe a lentilha uns 10 minutos em água até ficar ao dente, não gosto de cozinhar muito para não derreter, reserve.
Frite a cebola em 1 colher de óleo, até ficar bem marrom, mas tomando o cuidado pra não queimar, espere esfriar escorra o oleo e bata no liquidificador com um pouco de água até dissolver bem e reserve.
Refogue o arroz nas 4 colheres de óleo restantes, coloque a lentilha e a cebola que foi batida no liquidificador, e a água da lentilha. Caso precise acrescente mais água até ficar bem cozido.
É muito saboroso, e pode ser acompanhado com uma salada de alface com tomates e bifes acebolados. e bom proveito...

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

"Hoje é dia de Santos Reis"

Folia de Reis
Foto http://www.brasilescola.com/datacomemorativas/dia-de-reis.htm


Das figuras bíblicas mais intimamente ligadas à tradição religiosa do povo destacam-se os Reis Magos, ou melhor, os Santos Reis uma vez que a hagiologia romana considera-os bem aventurados.
O simbolismo dos Reis Magos é amplo e emprestam-lhes os exegetas as mais diversas interpretações. Estão ligados intimamente às festas do Natal e deles nasceu, praticamente, a tradição do Papai Noel, pois os presentes dados nessa ocasião reproduzem que os magos do Oriente, depois de cumprida a rota que lhes indicava a estrela de Belém, prestaram a Jesus na gruta onde ele nascera.
As referências bíblicas são vagas e o episódio quase passa despercebido dos evangelistas, mas as contribuições da tradição patriática são muitas e, como elas têm força de fé e verdade, nelas devemos buscar grande parte das coisas que se contam dos santos Belchior, Gaspar e Baltazar já referidos pelos profetas do Velho Testamento, que vaticinavam a homenagem dos Reis ao humilde filho de Davi que deveria nascer em Belém.
De onde vieram e o que buscavam, pouca gente sabe. Vinham do Oriente e Baltazar, o mago negro talvez viesse de Sabá (terra misteriosa que seria o sul da Península Arábica ou, como querem os etíopes, a Abissínia). Simbolizam também as três unicas raças bíblicas, isso é, os semitas, jafetitas e camitas. Uma homenagem, pois, de todos os homens da Terra ao Rei dos Reis.
Eram magos, isto é, astrólogos e não feiticeiros. Naquele tempo a palavra mago tinha esse sentido, confundindo-se também com os termos sábio e filósofo. Eles prescrutavam o firmamento e sentiram-se chocados com a presença de um novo astro e, cada um deles, deixando suas terras depois de consultar seus pergaminhos e papiros cheios de palavras mágicas e fórmulas secretas, teve a revelação de que havia nascido o novo Rei de Judá e, que ele, como soberano, deveria, também, prestar seu preito ao menino que seria o monarca de todos os povos, embora o seu Reino não fosse deste mundo.

O simbolismo dos presentes

Conta ainda a tradição que, ao chegar a Canaã, indagaram os Magos onde havia nascido o novo Rei de Judá. Essa pergunta preocupou Herodes, que hoje seria considerado um quisting a serviço dos romanos, e que reinava na Judéia.
Os representantes do Império preocupavam-se com o aparecimento de um novo lider do povo de Israel. A revolta dos macabeus ainda não fora esquecida e o povo oprimido esperava, ansioso, pela vinda do Messias que iria libertar o Povo de Deus e cumprir a palavra do salmista: "Disse o Senhor ao meu Senhor — senta-te à minha direita até que ponho os teus amigos como escarbelo aos teus pés".
Os magos procuram — conforme conselho de Herodes — o novo Rei para render-lhe homenagem e para informar o representante romano do lugar onde nascera o Messias a fim de, com falso preito, sequestrá-lo.
No presépio encontramos apenas os animais e os pastores e, inspirados pelo Espírito Santo, curvaram-se diante do filho do carpinteiro de Nazaré e depositaram, ao pé da mangedoura que lhe servia de berço, os presentes: ouro, incenso e mirra, isto é prendas que simbolizavam a realeza, a divindade e a imortalidade do novo Rei, e grão de areia que cresceria e derrubaria o ídolo de pés de barro (simbolo das grandes potências que se sucederam no domínio do mundo), do sonho de Nabucodonosor decifrado pelo profeta Daniel.

Símbolos da humildade

Na tradição cristã os três Reis Magos simbolizavam os poderosos que deveriam curvar-se diante dos humildes na repetição real do canto da Virgem Maria à sua prima Isabel, e "Magnificat", pois sua alma rejubilava-se no Senhor, que exaltaria os pequenos de Israel e humilharia os poderosos. A igreja cultua os Reis Magos dentro desse simbolismo. Representam os tronos, os potentados, os senhores da Terra que se curvara diante de Cristo, reconhecendo-lhe a divina realeza. É a busca dos poderosos que vêem em Belchior, Gaspar e Baltazar o exemplo de submissão aos designios de Deus e que devem, como os magos, despojar-se de seus bens e depositá-los aos pés dos demais seres humanos, partilhando sua fortuna como dignos despenseiros de Deus.
Os presentes de Natal também têm esse sentido. São as ofertas dos adultos à criança que com a sua pureza representa Jesus. Alguns, dão a essas festas um sentido mitológico pagão, buscando nas cerimônias dos druidas, dos germânicos ou saturnais romanas a pompa das festas natalinas que culminam com a Epifania.

A Bifana

A palavra epifania, usada também como nome de mulher, deu origem a uma corruptela dialetal do sul da Itália, levada depois a Portugal e Espanha, a Bifana. A Bifana, segundo a lenda, era uma velha que, no dia de Reis, saía pelas ruas da cidades a entregar presentes aos meninos que tivessem sido bons durante o ano que findara. Estava intimamente ligada às tradições dos povos mediterrâneos e mais próxima do significado litúrgico das festas natalícias. Os presentes eram somente dados no dia 6 de janeiro e nunca antes. Tanto assim é, que nós mesmos, no Brasil, na nossa infância, recebíamos os presentes nesse dia. Depois, com a influência francesa e inglesa em nossas tradições a Epifania ou Bifana foi substituída pelo Papai Noel, a quem muitos estudiosos atribuem uma origem pagã e outros, para disfarçar o sentido comercial da sua presença no dia de Natal, confundem com São Nicolau.
Hoje, o Santos Reis já não são lembrados. O presépio praticamente não existe e só neles é que podemos ver os Magos de Oriente apresentados. A árvore de Natal, pinheiro que os druidas e os feutos enfeitavam para agradar o terrível deus do inverno Hell, substituíria a representação do nascimento de Jesus, introduzida no costume dos povos por São Francisco de Assis. A festa da Epifania, dia de guarda no calendário litúrgico, já não mais é respeitada e com ela desaparecerem outras tradições da nossa gente, trazidas da Peninsula Ibérica pelos nossos antepassados, como a folia de Reis, Reizados e tantos outros autos folclóricos, cultuados em poucas regiões do país.

Gimenez, Armando. "Reis Magos, santos esquecidos dentro das tradições do Natal". Diário de São Paulo, São Paulo, 5 de janeiro 1958

Cortesia do site Jangada Brasil - www.jangadabrasil.com.br
Especial de Natal - Ano VI - Edição 61 - Dezembro 2003
Jangada Brasil é uma revista exclusivamente online, e tem como objetivo divulgar a cultura popular brasileira e suas diversas formas de expressão

http://www.portaldafamilia.org/datas/natal/reismagos.shtml
Na minha terra NResende a tradição da Folia de Reis é levada muito a sério, temos lá muitas companhias de Reis mas para nós uma das mais famosas é a do João do Cirineu, que sai nas ruas cantando e é muito bonita, procurei nas nossas fotos uma desta folia e não encontrei, vou ficar devendo.
Bjs

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Fotos do nosso Natal

Aí estão as pessoas queridas que passaram o Natal aqui em casa, foi maravilhosoooo!!!
Uma comilança desenfreada rsrs, mas depois nós rezamos agradecendo a Deus o ano, que foi muito bom pra todos que aqui estavam e também agradecendo aquele momento de união entre nós.
Que dure pelo ano de 2011 afora e que no próximo Natal possamos estar todos reunidos outra vez.






Olha aí minha sobrinha Adriana que linda, com o seu cachorro Dinho, ela é muito querida e ele é um fofo.

domingo, 2 de janeiro de 2011

Fricassê de Frango a moda da Luciana




Olá amigas, estou aqui de volta, vamos começar o ano com o pé direito, com muita animação, muita fé e muita união, muita conversa boa, e também muita comida boa rsrs.
Que 2011 seja um ano promissor para todas nós, e que estejamos juntas durante todo o ano.
Não fiz muita coisa diferente neste Natal e também no Ano Novo, mas passamos muito bem estas datas com amigos queridos, o Natal foi aqui em casa e vieram a família da D. Maura, o marido sr João e o filho Reinaldo, meu sobrinho Fabiano, com a esposa Adriana e a filha Bruna, meu cunhado e cunhada Toninho e Sônia, Mere e Rogério, Vitor e eu. Cada família trouxe um prato, delicioso por sinal, e nossa ceia ficou deliciosa e com muita fartura e variedades. Depois coloco as fotos.
Todos são pessoas muito queridas e amigas, sempre passamos as festas de final de ano juntos.
Quanto ao Ano Novo, passamos aqui em casa também mas somente Mere e Rogério, Vitor e eu.
Fiz uma mine ceia que ficou deliciosa, não poderia faltar o arroz com lentilha né (depois coloco a foto e como faço), fiz também um lombo de porco assado e uma farofa de cenoura que já postei aqui, tudo ficou muito bom, passamos o ano muito unidos nós quatro e desejamos que este ano seja de muita saúde prosperidade e paz.
Bem chega de conversa, vamos a receita que é deliciosa, tirei do blog da Luciana que tem muitas receitas das boas, obrigada Lú por dividir.
Ingredientes:
1 peito de frango cozido com temperos a gosto
1 lata do caldo de frango
1 cubo de caldo de galinha
1 cenoura cozida e picada
2 latas de milho verde
1 cx de creme de leite
3 colheres de farinha de trigo
Mussarela em fatias
Queijo ralado

Modo de fazer:
Desfie o frango e coloque em uma panela junto com a cenoura picada. Bata no liquidificador, 1 1/2 lata de milho, 1 medida da lata do caldo do frango, as 3 colheres de farinha de trigo e o cubo de caldo de galinha.
Transfira a mistura para a panela onde está o frango e a cenoura, acrescente a 1/2 lata de milho que sobrou e a caixa de creme de leite e leve ao fogo até engrossar.
Em um refratário untado, coloque metade do creme, cubra com as fatias de mussarela e coloque o restante do creme, salpique queijo ralado (coloquei mussarela por cima) e leve ao forno para gratinar, por uns 20m.
Sirva em seguida.
DELICIOSOOOO......
kkk não consegui tirar o enfeite de natal da foto, era para ser postado antes do Natal, e como não consegui tirar pensei ah! vai assim mesmo. Perdão.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...