segunda-feira, 7 de abril de 2014

Bolo de Erva Cidreira ou Capim Cidreira? Sem Lactose



Olá amigas, aqui é blog de receitas e não de falar em doenças ou de fazer consultas, rsrsrsrs.
Porém hoje vou falar do que passei quase todo o ano passado 2013.
Tudo começou mesmo no final de 2012.
Comecei a me sentir muito mal em dezembro de 2012 precisamente no dia 09.
Dores fortes na barriga, intestino ora preso ora solto e por aí foi.
Passei um Natal daqueles, a custa de medicamentos pra dor, precisamente o Advil que alguém me indicou e tomei por conta própria.
Se não fui em médicos? Sim fui em 3, e tenho plano de saúde, pra encurtar a prosa.
Ninguém descobria, o que era e eu comecei a observar que quando tomava leite a coisa piorava. 
Cólicas e mais cólicas.
Parei de tomar leite.

Deus foi tão bom comigo que em Março a Mere foi operar em Ribeirão Preto e eu tinha que ficar com ela, foi milagre, nos 15 dias que ficamos em Ribeirão, não tive nada, graças a Deus. 
Pude cuidar da minha filha, agradeço a Deus todos os dias por isto.

Bem, voltando de lá piorei de novo, voltei novamente ao médico que pediu uma colonoscopia, e em 03 de junho eu fiz, e nada foi encontrado, tirou 2 polipos pequenos que foram pra exame e tava tudo certinho, eram benignos.

Mas a dor continuava, e graças ao sr Google fui pesquisando sobre dor do lado esquerdo da barriga, e descobri que poderia ser Diverticulite, e tbm encontrei os regimes que temos que fazer, e comecei a fazer.

Mas eu não poderia ficar somente com o diagnóstico do Google né rsrsrsrs.
Depois de ter ido por 3 vezes no Pronto Socorro do meu plano e consultado 3 médicos que nada resolveram, fui até o atendimento ao publico do hospital e perguntei se não tinha outro médico na área de Coloproctologia, e a atendente me disse que sim, e que atendia em outro hospital. 
Para minha sorte marquei uma consulta em outubro, fiz vários outros exames Tomografia Computadorizada (que acusou a diverticulite, várias pequenas) intolerância a Lactose (que acusou que tenho intolerância a Lactose).

Graças a Deus estou medicada sentindo bem melhor. Antes nem saia de casa, insegura de medo de sentir dor por aí, agora saio, dirijo, faço ginastica, danço, graças a Deus minha vida está voltando ao normal. Antes passava os dias deitada, deprimida, triste. 
A dor não passou totalmente, vez ou outra sinto, mas nada como sentia antes.
Melhorei 99%

Não vou citar os nomes dos primeiros médicos (mas gostaria de gritar de raiva rsrsrsr) e nem do que descobriu o que eu tinha, mas vou mandá-lo ler esta postagem, pra ele ver como sou agradecida a ele.
Se não fosse ele, dr LCA  até hoje não saberia ao certo que eu tinha.

Com tudo isto tive que mudar minha alimentação, não tomo mais leite, e nada derivado do leite, pena porque gosto muito. 
Não posso comer semente de nada principalmente de tomates, que entra la na danada da diverticulite e infecciona, dá febre e dor.
Infelizmente leite quase não entra mais aqui em casa, tudo que vou fazer é com água, suco, ou então leite de soja.
Depois de tudo tive medo da falta do leite me causar osteoporose, eu e marido fomos em uma geriatra, em Janeiro, a dra Flavia, uma graça de pessoa,  nos receitou vitamina D e tbm vitamina B12 injetável (dói rsrs) 
Já fizemos alguns exames de sangue que indicou que tudo está bem, dia 15 próximo vamos voltar lá pra levar os exames.
Pretendo agora consultar uma nutricionista, meu plano não cobre, vou ter que procurar uma do SUS, depois eu conto.

Desculpe amigas(os) isto é um desabafo que há tempos queria fazer mas me faltava coragem, hoje fiquei mais valente.

Estou aprendendo a fazer receitas diferentes, e é este bolo que vou postar a receita aqui, pra quem também não pode usar o leite, faça bom proveito.

----------------------------------------------------------------------------------

    Bolo de Erva Cidreira ou Capim Cidreira

Ingredientes:
1 xícara de chá de erva cidreira morno quase frio (forte e sem açúcar)
3 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de açúcar
1 xícara de óleo
2 ovos
3 gotas de essência de baunilha
1 pitada de sal
1 colher (sobremesa) de fermento em pó

Modo de fazer:
Bata bem os ovos com o açúcar no liquidificador, acrescente o óleo, e aos poucos os outros ingredientes, intercalando a farinha e o chá, batendo sempre. Por ultimo o fermento, só dê uma pulsada no liquidificador pra ele não perder o efeito.
Leve ao forno 180° 
Pra ver se esta assado, faça o teste do palito.





Meu pé de Erva Cidreira está lindo.


2 comentários:

Andréa disse...

Vice minha querida,
graças a Deus vc descobriu a cura,que sufoco!
O capim santo é santo mesmo, o chá é maravilhoso.
Parabéns pela receita, imagino o sabor que ficou!

Bjs, fique com Deus ♥

Gabriela Serafim disse...

Oi Vice querida, ainda bem que o pior já passou. O importante agora é você estar bem! Estou só imaginando o cheirinho bom deste bolo. Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...